Make your own free website on Tripod.com
 

Como instalar um Modem 


• O que é modem? - É a abreviatura de modulador/demodulador, um dispositivo que transforma dados digitais em sinais sonoros audíveis e que podem ser transmitidos sem problema pela linha telefônica. No outro lado da linha existe um computador remoto com modem com o qual faremos a troca de informações. Os modems literalmente "falam" entre si, emitindo e recebendo bips de maneira bem rápida, e transformando-os em informação digital que o computador entende, em tempo real.
• O que é provedor de acesso? - É uma empresa que permite que nos conectemos à Internet. Ela presta serviços de acesso à Internet, e-mail, BBS, etc. para seus clientes. Um bom provedor nunca tem a sua linha de modem ocupada e apresenta uma conexão realmente estável e de qualidade. Não espere isso de provedores que cobram R$ 20,00 por acesso ilimitado. Tente conseguir um bom provedor, mesmo que pague mais, para evitar aborrecimentos e navegar na internet, ao invés de só "boiar" nela!
• O que é driver? - É um conjunto de informações que "ensina" ao sistema operacional como lidar e se comunicar com o equipamento (modem, placa de som, vídeo, controladoras, placa-mãe, etc) e quais as suas limitações. Não confunda driver (que é software) com drive (de disquete, cd-rom, hard-drive, que são hardware).

É preciso lembrar que, para instalar um modem (interno), será necessário abrir o gabinete do seu computador, e serão necessários alguns cuidados antes disso. Veja quais são aqui.

Bom, depois desta pequena introdução teórica, mãos à obra! Primeiro, compre sempre modem compatível com o padrão Plug and play (PNP) do Windows 95/98. Depois, será necessário instalá-lo fisicamente (encaixar o modem na placa-mãe do seu computador) e no Windows, que deverá detectá-lo e pedir o driver do novo hardware. Esse guia será dedicado apenas à modems PNP Win95/98, pois os outros em outros sistemas operacionais (como o Linux) a instalação é diferente para cada modem, e requer um usuário experiente.

Existem modems para serem encaixados nos slots ISA e PCI atualmente, e já que o preço é parecido, prefira a versão PCI. Recomendo um modem de marca conhecida de 56Kb/s (pois custam muito pouco a mais do que os de 33.6Kb/s), apesar de 33.6Kb/s já serem o ideal para as linhas sujas do Brasil. O mais importante é que o modem tenha um bom desempenho na correção de erros, que são muito comuns em linhas telefônicas ruins. E em matéria de correção de erros, marcas famosas como Diamond, Motorola e 3Com (US Robotics) são melhores do que a média. Cuidado pois existem alguns modems padrão PCI no mercado, conhecidos por Winmodem, em que a correção de erros e a compactação de dados transmitidos não é feita pelo modem, e sim pelo processador do micro. Estes modems possuem desempenho abaixo da média e devem ser evitados. São baratos e costumam ser vendidos como Motorola, Lucent, etc, quando na verdade apenas usam alguns componentes dessas empresas na placa.

Existem alguns protocolos de comunicação para os modems de 56K que são incompatíveis entre si, mas já existe um protocolo padrão, o V.90. Aconselhamos a apenas comprar um modem de 56K se ele suportar com o protocolo V.90. O ideal é que você já tenha um provedor de acesso em vista, e perguntar qual o modem que eles recomendam.


Instalação física do modem:

     A instalação física é fácil e requer apenas os cuidados mencionados. Antes de abrir o gabinete, não se esqueça de ter à mão os seguintes itens:
     • Placa de modem com o manual.
     • Chaves de fenda e Philips (a chave em forma de +).
     • Um parafuso para fixação da placa no gabinete, que geralmente não vem com a placa (você pode usar um parafuso do próprio gabinete, que não fará falta).
     • O CD-ROM ou disquete de instalação do modem com os drivers para Win95 ou Win 98 (depende de qual você usa), e o CD de instalação do Windows que pode ser pedido durante a instalação do modem. Para maiores informações quanto aos drivers, leia atentamente o manual do modem.

Aqui, um esquema de gabinete que com certeza é parecido com o seu:

   Gabinete

     Não se esqueça de, ao abrir o gabinete, por as mãos na fonte de força para evitar eletricidade estática.

O primeiro passo é localizar o slot que você irá usar, que depende do modem que você comprou.

Obviamente, se o seu modem é PCI, encaixe num slot PCI, e se for ISA, encaixe num slot ISA. Abaixo, você pode ver como deve se parecer a sua placa-mãe dentro do gabinete (sem nenhuma placa instalada para melhor visualização) e localizar os slots. Geralmente, os slots PCI são brancos e os ISA pretos, não tem como errar.

Placa-mãe

Agora, é só encaixar o modem como mostra a foto ao lado. Qualquer slot vazio serve, desde que seja o slot do seu modem (ISA ou PCI). Apesar de ser  necessária alguma força na primeira vez que vai se encaixar a placa, tenha cuidado com as demais placas que possam estar por perto. Tenha certeza de que ela encaixou totalmente, para evitar mau contato.

Depois é só fixar a placa no gabinete com o parafuso, ligar a linha de telefone no modem, e verificar todos cabos internos para ver se nenhum saiu do seu devido lugar. Pronto, agora é só ligar o computador e esperar o Windows carregar e auto-detectar o modem. Quando isso acontecer, aparecerá a seguinte mensagem na tela (com o nome do seu modem):

Encaixando o modem

Modem detectado

Para saber se está tudo bem e seu onde seu modem foi instalado (porta, Irq, etc), vá para o Gerenciador de Dispositivos, clicando o segundo botão do mouse em cima do ícone "Meu computador", selecionando "propriedades" e depois clicando em "Gerenciador de Dispositivos". Assim que chegar lá, é só observar se seu modem está presente. Observe ao lado (a foto é do Windows em inglês):

Caso queira saber em que porta (Com) e interrupção (Irq) ele foi instalado, selecione-o e clique em propriedades. Parabéns, você concluiu a instalação do modem com sucesso!!! Agora será necessário a instalação da Rede Dial-up do Windows (caso ainda não esteja instalada) para que você tenha acesso à internet. Entre em contato com seu provedor e esclareça suas dúvidas com ele.

Gerenciador de Dispositivos

Escrito por: Bengt Hammarlund